Pré base – Ajuda numa maior duração da maquilhagem, hidrata e corrige a tez. Esta pode ser aplicada em todo o rosto ou em zonas localizadas.

Pré bases textura gel – São utilizadas para alisar rugas, corrigir e “preencher” pequenas imperfeições, matificar e fixar maquilhagem.

Com tom verde – Neutraliza a vermelhidão do rosto.

Com tom rosa – Aconselhado para todos os tipos de pele. Alisa a pele.

Com tom branco – Luminosidade, pois contem captadores de luz que revitaliza a tez baça.

Com tom pêssego – Normalmente é utilizada em peles morenas, para reavivar a luminosidade dos tons dourados do rosta.

Qualquer pré base, pode ser aplicada em todo o rosto ou apenas nas zonas que queremos corrigir ou realçar.

Atenua as imperfeições, uniformiza e realça a pele, deixando a com um aspeto mais saudável.
A base deve ser sempre o tom da nossa tez e nunca um tom acima. Caso queiramos dar um tom dourado e bronzeado à pele utilizamos o pó de sol para o fazer e nunca uma base mais escura que o nosso tom. Esta existe em várias texturas:

Líquida – Devido à sua textura é a mais fácil de aplicar tendo também uma boa cobertura.

Mousse ou Creme – Utilizada mais por peles secas, pois dá bastante conforto a estas peles. Tem um efeito igual à da líquida.

Compacta – Tem um poder de cobertura mais elevado. Peles secas e ou com muitas rugas não devem de usar este tipo de base.

Mineral (pó) – Cobertura mais ligeira. Pode ser utilizada numa pele mais sensível, pois não contem óleos.

Tal como o nome indica este é utilizado para corrigir e atenuar as olheiras. Deve ser aplicada em toda a zona ocular (pálpebra superior, inferior e móvel) com pequenos toques. Podemos também utilizar para corrigir pequenas imperfeições, tais como borbulhas e manchas.

Por norma o tom do corretor é sempre um tom a baixo ao da nossa tez. Para um efeito mais eficaz na correção da olheira e caso seja necessário na correção da maquilhagem utiliza-se uma caneta iluminadora no contorno ocular.

Matifica e fixa a maquilhagem. Este pode ser solto ou compacto. Aplica-se o pó em todo o rosto mas damos sempre mais importância à zona T (testa, nariz e queixo), pois normalmente são zonas que têm tendência a brilhar mais. Com a utilização de pós mais escuros ou mais claros, podemos corrigir o rosto, disfarçando as partes que menos gostamos ou realçando as que mais gostamos.

Este ajuda a estruturar um rosto e a dar vida ao mesmo. Existe em várias cores, variando desde os castanhos, corais, rosas, alaranjados, etc. Em termos de textura o mais usual é em pó, mas também existe numa textura compacta (creme). A sua aplicação deve ser feita desde o interior do rosto para o exterior na zona das maçãs do rosto. Caso queiramos saber onde aplicá-lo, basta sorrir um pouco para elevar as nossas maçãs do rosto.

Como sabemos estes últimos anos este cremes têm dado bastante que falar, seja por não entendermos muito bem a sua função, seja por tentar perceber se são produtos de maquilhagem ou de tratamento ou ambos. Estes cremes podem ser utilizados sozinhos, por cima do nosso cuidado de dia ou como um pré base. A escolha do mesmo apenas depende de nós e da nossa tez, pois não podemos dizer que um é melhor que o outro, simplesmente são diferentes.